Previsão do tempo para o signo de Touro

0
10:50:00
Toura

Miriam Leitão consegue juntar duas coisas constitutivamente inúteis que pintar a cor do neoconservadorismo (o liberalismo com cores progressistas) daqui e dos EUA. Como Hillary Clinton, ama o livre-mercado e sofre de uma piedade não menos utópica pelos pobres. Assim, da união de duas inutilidades profundamente populares, nasceu a "previsão do tempo para o signo de...", em homenagem à colunista e comentarista global, depois de suas comoventes declarações contra o trabalho escravo.

Consultamos o astrólogo João Bidu e uma entidade desconhecida, além de Rogério Skylab e MC Gorila. Veja o que eles falaram para nossa coluna.


O Abertinho foi obrigado a consultar seu oráculo na madrugada de ontem para hoje, numa encruzilhada carioca que prefiro não revelar o nome, para que ele nos desse a indicação para o signo de Touro, de acordo com a entidade consultada, responsável pelos avanços escabrosos saídos da pena da colunista.


E as previsões não parecem ser muito boas, ainda mais para os que sofrem de amores perdidos, de sofrências sentimentais das mais variadas. Veja só, num mesmo dia alude-se a um virtual afastamento de Michel Temer na segunda ou, pelo menos na terceira votação na Câmara. O fato é que o antigo amor está morto, sobrevive só por convenções. No mesmo dia, a mesma toada sobre os supostos viagras que irão ser ministrados na candidatura de Bolsonaro, o que iria arrasar a esquerda e já estaria, via apoio do MBL, arrasando os corações da direitalha, ainda mais depois de sua turnê por churrascarias no EUA. Ah!, quão longe estão do candidato ideal... Como se resume isso em termos de horóscopo? Falta de macho?


Como não podemos revelar a identidade do profeta que consultamos, chamamos dois especialistas para dar a previsão do tempo atual para o signo de touro. O que se passa na mente dos que estão sobre a ascendência desse signo agora. Por isso a homenagem a Miriam e a sua tourada, sua chifrada nos seus amigos de tendências reacionárias ao se indignar - veja só! - com o trabalho escravo sob o governo ilegítimo.

Antes já fizemos uma homenagem - poética - à futurologia de Miriam e a de seus companheiros. Clique aqui.

Veja no vídeo o que os dois especialistas tem a falar sobre as supostas tendências "ocultas" da momentânea ascendência taurina em Miriam.


Miriam é do signo de Áries, o que vem logo antes de Touro no horóscopo. João Bidu, astrólogo profissional, não  nos deixa mentir em sua previsão para o dia 17/10/17.

TER - Além de trabalhar duro, também é hora de prestar atenção em seu bem-estar. Abra espaço para mudanças e novos caminhos. Palavras picantes esquentam o clima no sexo: experimente! Palpites: 47, 11 e 83. Cor: prata.
Miriam já as está praticando, trabalhando duro e o clima já ferveu: com muita pimenta. Veja só, direto do DCM.

Miriam Leitão está indignada. Parem as rotativas.


Em sua coluna no Globo de segunda, dia 17, ela denuncia “mais uma medida de retrocesso social do país” (mais uma? Houve outras, então? Ué).
Ela se referia à portaria do governo que dificultou a divulgação da lista do trabalho escravo e sua fiscalização.
“Foi mais um pedido da bancada ruralista que o presidente aceita dentro do seu esforço para barrar a segunda denúncia”, escreveu.
“Os auditores do trabalho perderam autonomia; um flagrante só poderá ser realizado com a presença da polícia. Se não for flagrada, a empresa não entra para a ‘lista suja’. É bom lembrar que, pelas regras até agora vigentes, quem não cometer o mesmo crime por dois anos sai da lista.”
Miriam quer que o leitor dela acredite que a agenda de retrocessos do governo Temer é uma surpresa.
Ela dá de barato que o sujeito que a lê, ouve e assiste não se lembre da força que ela deu ao salafrário e ao entulho que vinha com ele.
Monomaníaca com a “herança do lulodilmismo”, Miriam chegou a defender Temer no episódio do vexame da abertura da Paralimpíada.
Segundo ela, as “críticas ao presidente são por insatisfação com decisões tomadas antes de sua posse”.
A população “ainda vive com inflação e desemprego, o que são os motivos das vaias. Medidas que serão tomadas pelo novo governo terão solução em longo prazo”.
Miriam é tão preocupada com o trabalho escravo que entrevistou o dono da Riachuelo, porta voz empresarial do impeachment, e não tocou no assunto da condenação da companhia, ocorrida meses antes, a pagar pensão mensal a uma costureira que colocava elástico em 500 calças por hora.
O salário da funcionária era de 550 reais. Um supervisor ficava de olho para evitar que bebesse água ou fosse muito ao banheiro. O caso teve ampla repercussão e gera polêmica até hoje.
Nada disso interessou a Miriam. Seu negócio era sustentar a tese de Flávio Rocha de que o Brasil ia dar um salto com Michel Temer.
“Não está havendo uma troca de governo apenas, mas o fim de um ciclo que apostou no aumento do tamanho do Estado e elevou impostos. A recuperação será rápida, será em ‘V’”, garantiu, triunfante, sem ser incomodado pela entrevistadora.
De acordo com Rocha, “a reforma trabalhista tem que ter apenas um princípio: o de que o negociado entre trabalhador e empresa se sobrepõe ao legislado”.
Retrocesso social?
Miriam Leitão precisa parar de fingir que está indignada com a tragédia temerista porque ela é parte do grande acordo.
Ivan Lessa dizia que, a cada 15 anos, o Brasil se esquece do que ocorreu nos últimos 15 anos. Miriam se beneficia do fato de que, entre seus seguidores, isso acontece a cada 15 minutos.


Sobre o autor

Rogério Mattos: professor, escritor e petralha de plantão

0 comentários:

Licença Creative Commons
O Abertinho de Rogério Reis Carvalho Mattos está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://oabertinho.blogspot.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://oabertinho.blogspot.com.br.