Um 2º turno para os candidatos que ainda não apareceram

Mulheres durante a Resistência contra o nazismo na II Guerra Mundial

Se a guerra começou no Brasil em junho de 2013, a princípio com uma confusão generalizada entre os diferentes campos políticos, agora a cisão é bem nítida, o que favorece a batalha. Bolsonaro é o Golpe manco. É extremamente duvidoso o sucesso de um possível governo seu. Por isso as elites hesitam em apoiá-lo ou o fazem de maneira velada. Finalmente esse neomacartismo difuso poderá ser enfrentado num campo de batalha muito bem delimitado. E com um apoio inesperado e, talvez, decisivo.

[…]

A lógica da Guerra Fria: do Lawfare à Colônia Dignidad

Quando se fala de um “estado jurídico do nazismo” este estado é o chamado “de exceção”, e seu teórico, Carl Smith. Como se sabe, o nazismo não foi só um movimento político, mas conjugou um projeto econômico, leis específicas, um regime médico e policial, além de ter seus parâmetros estéticos próprios. Contudo, o que não faltam são histórias do nazismo, porém não consta o que foi a sua geografia. O nazismo foi um movimento que precedeu a Hitler e continuou depois de falhar na Alemanha. O projeto econômico e político atrelado ao ativismo judiciário atual, com estreita vinculação ao Departamento de Justiça norte-americano, torna premente a necessidade de se conhecer a geografia nazi. Os arbítrios cometidos sob o que se chama “lawfare” nos remete não à uma suposta “pós-modernidade”, a um regime de “pós-verdade”, mas ao que se conhece por Operação Condor e, mais ainda, à colônia nazista La Dignidad.

[…]