O justo como forma do apropriado

Paulo Lacerda

É muito oportuna a recente entrevista publicada pela agência Pública. Nela é relatado um breve histórico da atuação da Polícia Federal desde a redemocratização, com a liderança de Romeu Tuma, quadro originário do Dops, onde atuou junto com o notório torturador, o delegado Sérgio Paranhos Fleury. Permite não só ver problemas há muito conhecidos através do distanciamento histórico adequado, quanto avaliar o teor e a relevância das críticas em relação a conduta do Partido dos Trabalhadores na direção da Justiça e da Polícia Federal. […]